terça-feira, 30 de agosto de 2011

Experimentando o novo

Experimentar é sempre bom, ainda mais quando gostamos do que experimentamos. Hoje vivemos com uma gama enorme de opções, escolhas e caminhos, que vão de nosso entendimento o destino de cada um deles.
A verdade é que muitas vezes entramos em caminhos que pensamos ser certos e quando estamos quase no final dele nos damos conta de que não era bem isso que queríamos. Mas acho que estamos tão cansados das longas caminhadas e simples passos aparecem para se opor a jornada percorrida, já que o cansaço nunca aparece no começo, mas sempre no fim.
O cansaço que nos retarda, que não nos deixa degustar o que nos é dado de novo. Ele nos faz cegos diante das coisas boas, ele nos põe pra baixo, são verdadeiros baldes d'agua, mas ai eis que surge os motivos e motivações, pessoas na quais fazem de tudo muito simples, tudo muito puro.
É ai que começamos a experimentar o novo a deixar de correr contra o tempo, contra as coisas ou simplesmente contra os fatos. Fatos de que nos permitimos novamente a sentir e ser sentido, amar e ser amado, há aqueles que dizem que quem nunca amou na vida nunca conheceu Deus, pois Ele é amor. Confesso que o conheci e o re-conheci muitas vezes em toda a minha vida, mas como é de se esperar a ultima é um tanto quanto diferente, ela acontece tão natural como se nunca tivéssemos sido dois, mas sempre um só, não tínhamos nos dado conta disso ainda.
E é ai que descobrimos um outro alguém adormecido dentro de nós, aquele que vive na conjugação da terceira pessoa, aquele que elimina todos os pensamentos do "eu" e nos atualiza automaticamente pensando no "nós", ele surge de uma forma que não nos deixa perceber e quando prestamos atenção, ele nos surpreende, nos muda.
É tô experimentando o novo! E tô "curtindo pacas"!!!

domingo, 17 de julho de 2011

Deixando levar

Depois de dois anos de namoro, me vi meio perdida quando terminamos, era tudo tão novo, tão livre, que fiquei sem saber por onde começar. Só sei que comecei pelo melhor jeito, reconhecendo-me, libertando-me dos pensamentos que antes eu censurava de mim mesma por não serem corretos, ou aceitáveis ao meu ver, ao ver da minha consciência.
Ultimamente tenho vivido tantas coisas, com tanta intensidade, essa que havia deixado pra trás pela falta do novo, pelo comodismo do certo. Hoje faço o que me da na telha, simplesmente por sentir vontade, hoje liberto-me sem medo de julgamento alheio, sem medo de receber broncas, sem receio de magoar, Hoje não sinto medo de agir e ser levada a mal, hoje me sinto como uma borboleta, como se tivesse saído do casulo, não que namorar seja ruim, não me entendam mal, mas me sinto bem como a muito não sentia. Essa coisa de fazer somente o que quero, pelos meus motivos ou até mesmo sem motivos, me da uma sensação de auto-controle em mim mesma que é libertador, é a melhor sensação que tenho atualmente.
Por mais que já tenha doado meu coração a alguém novo, que infelizmente acabou por não dar certo, ele se encontra vazio, sem mágoas, sem preocupações, sem intolerância, simplesmente disponível pra me amar sem medo, sem receio, me entregar a sentimentos novos e puros de contradições.
Simplesmente estou vivendo, me deixando levar por cada momento que a vida me proporciona, por cada pessoa nova no meu círculo de amizades, por cada oportunidade profissional, por cada conquista acadêmica, me deixando levar pela vida, sem medo de errar com ninguém ou de ser egoísta.
Hoje vou no cinema a qualquer hora, por que gosto de ir ao cinema, hoje se tenho vontade de beber algo, eu bebo sem medo de exagerar e acabar deixando alguém bravo, hoje eu simplesmente chego em casa e não tenho que avisar que eu cheguei, não ouço lamentações sobre meus horários e nem questionamentos de pessoas que me acompanhavam.
Me deixando levar pelo momento, pela vida, e simplesmente feliz por isso.

domingo, 12 de junho de 2011

Novo blog!

Pessoas, hoje vim aqui recomendar um blog, que apesar de estar no meu nome os texto não são de minha autoria.
Adorei e pedi pra minha amiga se podia publicar, então ai vai o endereço:
http://fatoseflestes.blogspot.com/


Fik dica!
Ah e pra quem quiser me add no facebook fique a vontade, só avise que é leitor do blog qdo for add.
http://www.facebook.com/profile.php?id=1026420729
E pra quem prefere o twitter: @mahhruiz

Beijos e boa semana.

domingo, 5 de junho de 2011

Turbilhão de sentimentos

Era uma sexta-feira, quando senti que meu chão não estaria mais lá no dia seguinte. Desde esse dia, o turbilhão de sentimentos não para de acontecer. Me senti livre depois de refletir, depois de pensar com a razão e não com o coração, me senti de volta em mim mesma, me senti finalmente com as asas curadas e pronta para o próximo voo.
Desde então comecei a me perguntar a respeito de tudo, de todos, e de qualquer coisa. É confuso, eu sei, mas hoje sei que as vezes damos demasiada importância não as pessoas, mas as posições que elas ocupam em nossas vidas, acabamos confundindo o que a pessoa é e o que ela significa para nós. Só sei que foi preciso ser assim, exatamente como foi, pra crescer e amadurecer, refletir sobre os erros e entender a mim mesma, como pessoa, como mulher.
É até que um tanto estranho me chamar assim: mulher! A pouco tempo me considerava uma menina, me extressava com os trabalhos da escola, e não tinha contas a pagar, um futuro pra me preocupar. Hoje tudo muda com tantas constança, com tanta facilidade, até o sentimento muda, a vida muda, as pessoas mudam. De melhor pra pior ou vice e versa, mas mudam e o que acompanha essa mudança são os sentimentos, os pensamentos, as vontades, os desejos, os anseios. Meu Deus os anseios!
Apesar de ainda confusa, sinto meu coração vazio, e demasiadamente pronto para amar, de forma diferente, mais adulta, mais autruista, mais serena, mas de que seria o amor sem as loucuras, sem as derrotas, sem as ânsias.
As borboletas me fazem falta, a paciência de ouvir a voz e o medo de passar vergonha, são sentimentos tão puros e que não sinto a tanto tempo e ainda chamava aquilo de amor, aquela forma tão egoísta, tão possesiva, tão ignorante de amar. Era fogo, porque amor não é assim, era comodismo, mas era uma maneira de fugir dos problemas e ser feliz pelos momentos em que passamos.
Não sei se amei de verdade, mas sei do que sinto hoje, e não se parece com amor.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Exames, exames e mais exames

Hoje, foi um dia um tanto quanto punk! Fui fazer minha endoscopia, sem contar ou oito tubos de sangue que tiraram de mim sem dó nem piedade, mas até que gostei, a endoscopia, da uma brisa monstra, apesar de ter acordado no finalzinho, só me lembro de sentir o caninho na minha garganta e da Dr. dizendo "Não tenta engolir que você não vai conseguir.", depois disso apaguei de novo.
Quando fui pra sala de recuperação, logo vi meu pai e minha tia que me acompanharam e depois, lembro somente de uns flasher da volta pra casa. dormi acordei, dormi acordei de novo, e assim por diante, rsrsrs.
Agora é só ficar na torcida pra que tudo dê certo, como penso que dará e esperar a volta ao médico. Hoje cheguei a cogitar minha decisão, pensei comigo "Se eu tenho medo de fazer uma endoscopia, será que eu terei coragem de fazer a cirurgia?!", mas depois me dei conta de que teria muitas coisas melhores pra me lembrar, e que o depois seria muito mais prazeroso do que o agora. Podem até dizer que é bobagem deixar de viver o hoje, pra viver o amanhã, mas a ansiedade me toma inteira na hora que penso como será bom e renovador me dar essa nova vida.
E já que pra tudo na vida, há certos sacrifícios a serem cometidos me dei conta de que vale a pela qualquer esforço no hoje, pra que amanhã eu possa me sentir muito melhor.
Chego a sonhar com esse momento, mas é um sonho estranho que se repete toda noite, sonho que acordo depois da cirurgia, que o enfermeiro vem me olhar e chego a falar que me sinto bem, mas que sinto enjoo, então ele pacientemente injeta plasil no meu soro e eu volto a dormir. Minha colega de trabalho chegou a cogitar que seria meu anjo-da-guarda, me alertando de como seria esse inicio imediato, mas que diante de tudo só sentir enjoo é o maior presente de Deus.
Agora, é só aguardar a vontade de Dele.
Uma boa noite e um bom final de semana a todos.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Tudo certo!

Gente finalmente consegui passar na médica, o nome dela é Dra. Ana e parece ser do sul pelo sotaque, adorei ela, muito boa médica, me passou todos os exames e vai me virar quase do avesso rsrsrsrs...
Estou super feliz e mentalizando as boas energias, já que se tudo correr como esperado, em Janeiro estarei operando já que não posso deixar um mini-tcc pela metade e sair operando feito louca, rsrsrs
Opero em Janeiro com tudo resolvido e de férias da faculdade e do trabalho se Deus quiser.
Mas antes de dar "tudo certo" eu sofri demasiadamente com meu lado emocional, os convênios médicos mostram total desrespeito quando o que agente precisa vai além de exames de rotina e consultas médicas periódicas, como se agente pagasse barato ou não pagasse.
Há convênios médicos que se mostram piores que o sistema do SUS e isso é inaceitável. Claro que se formos falar de coisas inaceitáveis começaríamos pela injustiça que é ter que pagar por assistência médica já que pagamos impostos suficientes para ter um bom sistema de saúde, mas isso não acontece! Por mais que hajam pessoas contra a privatização de alguns órgãos e serviços, temos que concordar que a privatização só veio depois que o Estado se mostrou incompetente e até mesmo negligente em relação a população.
Muitos devem pensar que eu só envolvo politica, por não concordar com a doutrina petista que o Brasil vem vivendo nos utimos 10 anos (pra quem lê o blog sabe que sou anti-PT roxa!), nada contra os participantes desse partido, mas sim contra a ideia que eles defendem tão mal, já que vivem dando bolsa de tudo para o cidadão e o indispensável é fornecido ao povo assim, tão de má vontade, tão mal feito. Se é pra dar, vamos dar direito! Ao invés de dar bolsa família, porque não dar terras para plantio e colheita do alimento próprio e pequena comercialização (porque isso requer trabalho), ao invés de dar dinheiro em troca de presença na escola porque não dar cursos e preparações técnicas além de amparo às famílias, mas amparo que vá além do dinheiro, não se pode entregar o peixe limpo ao faminto, é preciso ensina-lo a pescar. Os serviços públicos estão cada vez mais ridículos e os privados cada vez mais relaxados pelo fato de que sem eles o brasileiro não tem assistência alguma, por mais que N's convênios existam, eles sempre vão deitar e rolar em cima do consumidor. Porque? Porque o governo PT deixa, aquele que é contra privatização, aquele que da o peixe ao invés da vara de pescar!
Mas como sou besta e sei dar devido valor ao salário ganho pelo trabalho de acordar as 6 da matina e chegar em casa da faculdade quase meia noite, fico aqui, reclamando como se algo fosse mudar, quanto o meliante, deita na rede o dia todo, mal sabe ler e escrever e ainda ganha 80 reais por cada filho na escola, e põe filho nisso hein?!
Beijo e boa semana.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Cirurgia!!!

Após muito tempo sem postar eu voltei, siiiiim! O porque da ausência, sim eu explico. Ultimamente minha vida tem sido um pouco corrida, é mini-TCC, trabalho e a correria para a cirurgia gástrica na qual o convênio ajuda e muito a dificultar o processo.
Primeiro queria expor minha insatisfação com a Media Saúde, pelo desgaste emocional que tem me proporcionado, graças a desorganização e falta de respeito com que eles tratam o paciente de tratamento de abesidade (sim eu sou obesa, e pela primeira vez direi o seguinte: eu tenho 20 anos, 1,61m e peso 108kg), ai eu chego numa médica, que se diz clínica geral e ela me fala que meu caso é regime (e meio entre linhas elas quiz dizer falta de vergonha na cara tbm, mas tudo bem), falei pra ela "Claro doutora, se você me fizer perder 45% do meu peso em um ano eu faço o regime que você quiser.", mas claro que esse regime não existe, ela queria me encher de fórmula e me entupir de sibutramina.
Finalmente, depois de quase bater na médica, ela me deu o encaminhamento para o tratamento pré-cirurgico (\o/). Quando apareço no dia da consulta, descubro que o convênio me mandou para o lugar errado, quase bati na moça do Hospital Brigadeiro aqui em São Paulo, pra depois descobrir que o hospital no qual eu estava era público e destinado a homens, nem gastro tinha no hospital. Sim fiquei puta, alias puta é pouco, eu surtei! Cheguei em casa e liguei no atendimento ao cliente da Medial Saúde, desci os cachorros e me remarcaram a consulta, (\o/)!!! Cheguei la na sexta-feira passada e adivinha, lugar errado de novo. Me voltaram pra palestra que assisti antes de entrar no programa "AAAAAHHHHH!" surtei geral! Até que conversei com a médica responsável pelo Alvorada Brigadeiro que me explicou tudo e me encaminhou agora para o lugar certo, a Dra. Renata foi super pasciente me ouviu mesmo na minha sindrome de extress se desculpou mil vezes pelo transtorno e me marcou com uma médica certa que irá me atender amanhã (\o/).
Uma menina aqui do escritório (operada à seis anos) me passou o blog de uma menina que também operou a algum tempo, fica aqui a dica do blog http://byebyegordura.com.br/. O nome dela é Dany e quem quiser saber da cirurgia precisa dar uma olhada nos arquivos do blog.
Bom fico por aqui, posto mais informações quando voltar do médico amanhã.
Beijos e energias positivas pra mim e pra todos nós (\o/)

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O mínimo

Bom dia pessoal, hoje começamos nossa quinta-feira com uma ótima notícia, o salário mínimo brasileiro aumentou! Siiiiiim, aumentou, subiu para R$545,00, mas levando em consideração que uma cesta básica hoje, custa em média R$200,00 reais (isso na cidade de João Pessoa, aqui em SP a cesta básica gira em torno de R$260,00), o que nos deixa concluir que com os outros R$345,00 a pessoa deve pagar conta de água, luz, telefone, matéria escolar, entre outras coisas. E esquecermos de mencionar os descontos em folha de pagamento entre INSS, desconto em cima de vale transporte e etc, transformando uma salário de R$545,00 em um salário de R$445,00.
O candidato a presidente do Brasil, Sr. José Serra havia afirmado de que o salário mínimo poderia sem maiores problemas atingir a R$600,00 o que já é um ótimo ganho, mas o governo atual se defende dizendo que isso causaria um rombo na economia, o engraçado é que o aumento de 60% no salários dos queridos governantes não causa rombo nenhum.
Concordo que quando o salário mínimo aumenta, tudo aumenta, é leite, é açúcar, é farinha, até remédio aumenta, volta a história de que uma mão lava a outra, já que o cidadão pode ganhar R$100,00 por mês e pagar R$1,00 no quilo de arroz, e quando ele passa a ganhar R$1000,00 ele vai pagar naquele mesmo quilo de arroz R$10,00.
Isso pra mim é falta de vergonha na cara, e não dos políticos pois eles deitam e rolam porque nós deixamos, é na hora de votar, de apertar o botão verdinho que devemos tomar consciência, o melhor candidato não é aquele que da bolsa família, que entrega terra e que joga tudo na mão do povo de "graça", mas o povo é ignorante o suficiente pra entender que os benefícios são criados pra vendar os olhos da gente.
É uma pouca vergonha o salário mínimo aumentar pouco mais de quinhentos reiais, enquanto os engomadinhos tem aumento de 60% em cima do salário deles que já era alto, agora então nem se fala! E isso tudo é culpa do povo, brasileiro que se contenta com bolsa família ao invés de emprego, que se acha esperto ganhando bolsa de tudo ao invés de colocar a mão na massa, bater no peito e ter o orgulho de dizer "Eu conquistei! Com meu suor, eu ganhei o dinheiro!"
Muitos podem achar esse meu post um tanto quanto"Anti-PT", mas essa coisa de entregar coisa de mão beijada não é comigo, as pessoas precisam aprender a dar a valor as coisas e não a ganhar ela porque votou em determinado candidato, confesso que o governo Lula teve seus benefício, principalmente em relação ao poder de compra e facilidade, mas não é entregando as coisas de mão beijada que o país vai mudar, hoje criança pensa que escola é emprego, pois se frequentada o mês todo ela ganha dinheiro por isso, e as coisas definitivamente não funcionam assim.
Lamento pelo gosto político do povo brasileiro, lamento também pela ignorância do povão brasileiro que se contenta com a "venda de votos". Lamento mesmo e o que me deixa mais entristecida é que o povo ainda delira com um governo desses.
E a palavra "PRESIDENTA", não existe no vocabulário português brasileiro, existe sim em outra línguas, mas nossa querida governante é presidente no Brasil e não na França ou em outros lugares!
Presidente Dilma, só lamento pelo modo como os parlamentares montaram e você!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Consumismo cibernético

Esse final de semana, foi o das compras e por mais incrível que pareça, eu não sai de casa para efetuar nenhuma delas. Pra quem achava que comprar pela Internet era furada (eu sou um exemplo vivo disso), hoje se surpreende com a facilidade e segurança que os sites de compras coletivas, ou até mesmo compras normais oferece.
Até canais de televisão que tem programas como Shop Time, Polishop e tantos outros caíram nas graças da Internet, sei disso porque neste final de semana meu pai foi almoçar em casa e eu estava vendo Shop Time (www.shoptime.com.br), adoro ver esses programas, não sei porque rsrs, e vimos um conjunto de panela, com refratários e utensílios por um preço inigualavél, só que demoramos demais pra chegar até o telefone, resolvi olha no site e "vuala", a promoção estava estampada na primeira página do site, com apenas cinco minutos eu efetuei a compra e receberei em casa em menos de 7 dias úteis, não é uma maravilha?!
Falando dos sites de compra coletiva que chegaram ao Brasil a pouco tempo, e apesar da menor idade por aqui, lá fora na América do Norte e na Europa ele já entra na terceira idade.
Um exemplo de empresa de compra coletiva que se deu bem aqui foi o Grupon (que chegou aqui como Clube Urbano, mas recentemente mudou o nome), em apenas um mês eles tiveram o faturamento igual ao esperado para o semestre. O que eles perceberam com isso? O BRASILEIRO ADORA COMPRAR!
E com as facilidade o índice de consumo do povo tem aumentado e muito nos últimos meses, mas será que isso é realmente bom?!
O brasileiro anda muito consumista nos últimos anos e com a Internet o negócio piorou e muito, o ruim é que nossas crianças crescem vendo compras, compra e mais compras, a toda hora, a todo dia, todo mês. E la vem aquela história do oito e oitenta de novo, pois antes o brasileiro não tinha um puto pra comprar nada pagar nada o máximo de parcelas era 3 vezes e com juros absurdo, hoje o brasileiro tem um poder de compra 10 vezes maior do que antigamente e pode parcelar compras normais em até 12 vezes sem taxa de juros alguma e carros então com financiamentos em até 60 vezes e com o juros você acaba pagando 3 carros no final.
A verdade é que o brasileiro não pode ter regalias demais se não já logo se esbalda, e enquanto isso os cobres brasileiro são abastecidos cada dia mais com cerca de 40% a 60% de impostos colocados em cada produto comprado. É, uma mão lava a outra, pois enquanto o governo ajuda o brasileiro com formas de pagamentos, facilidades e comodidade com uma mão, a outra está recolhendo o imposto de tudo isso.
Beijos e boa semana.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A companhia faz toda a diferença

Não sei se você já ouviu uma tese de que o ser humano é um sozinho e outro acompanhado. Como ando bastante de transporte coletivo (mais conhecido como busão rsrs), sempre me deparo com a cena de uma pessoa acompanhada com dois ou três colegas, rindo, sendo espontânea e quando essa mesma pessoa fica sozinha ela se transforma. Claro não to pedindo pra pessoa ser loca de pedra e ficar dançando no local sozinha, mas é interessante.
O comportamento das pessoas me instiga bastante e me desperta a curiosidade, as vezes ao ver uma pessoa, pelo modo como ela senta, como ouve musica e se veste, tento imagina o seu cotidiano, o seu comportamento diário, é um exercício de bastante imaginação e bastante intuição, mas divertido.
É possível ver a mudança de comportamento de uma pessoa até quando ela está no celular conversando com um amigo e depois de uma conversa animada ela desliga e sua feição volta a normalidade sem mais aquela excitação toda da prosa feita.
Penso que é por isso que quando conhecemos um rapaz, na maioria das vezes, ele é um com você e quando está com os amigos ele se torna outro. Estudei isso na faculdade, e se eu não me engano foi Marx que disse "o indivíduo só é indivíduo sozinho, pois em sociedade ele adquiri o comportamento do grupo no qual está inserido." . O melhor exemplo é quando assistimos uma partida de futebol, quando em casa por mais que gritemos da sacada do prédio quando nosso time faz um gol, essa comemoração nem se compara com a que  você realiza no estádio, lá você canta, grita, abraça pessoas que nunca viu na vida e durante aqueles 90 minutos parece que você conhece as pessoas ao seu redor desde criança, mas não conhece, quando que você ia sair abraçando desconhecidos pela rua. Era capaz até de ser preso por abuso, ou coisa assim.
A verdade é que o ser humano é bem mais complexo do que eu imaginava, e cada vez mais desperta minha curiosidade e isso não é ruim, pelo contrário instiga minha imaginação e acaba se tornando divertido.
Beijos a todos.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Retomadas

Mais um ano começa, e recheado de comidas gostosas (pra varias). É peru, é pernil, é chester, é tender, meu Deus alguém manda uma luz sagrada e me transforma em vegetariana ou vegam rsrsrs...
Realmente comer é muito bom, mas pra quem pode né, porque tem gente que se entope mas não engorda uma grama. Como eu não sou privilegiada desde "dom", semana que vem tenho uma consulta com o médico pra cuidar da saúde e colocar o peso em ordem, esse ano eu criei vergonha na cara.
É até meio engraçado (não a obesidade, essa num é nem um pouco engraçada), pois o brasileiro é 8 ou 80, á dez anos o problema era a desnutrição e a grande quantidade da população abaixo do peso, pela falta de alimentos e recursos, hoje o problema já é a obesidade que atinge 1 em cada 5 pessoas, isso é muito coisa, ou seja, se hoje somos 190 milhões cerca de 38 milhões de brasileiro são obesos, e não é falar que ta gordinho não, a estética é o menor dos problemas, obesidade é baixa qualidade de vida, cansaço, hipertenção, diabétes, colesterol, artrite, enfim uma infinidade de problemas.
Pra quem está de fora é muito fácil falar, além da genética que deixa as pessoas propensas a engordar há fatores como emocional envolvidos que levam as pessoas a comer, eu por exemplo descarrego minha ansiedade na comida, não é certo eu sei e venho corrigindo esse meu mal costume. Ai todo mundo fala em fechar a boca, fazer uma reeducação alimentar e etc, mas só quem passa por isso sabe que não é realmente tão facil quanto parece.
A verdade é o que mais precisamos (quando digo "precisamos" é porque estou no meios desses 38 milhões de obesos brasileiros) é de apoio, seja familiar, dos amigos e das pessoas próxima que conseguem ter a sensibilidade de ver que a obesidade é uma doença e tem que ser tratada com cuidado e com a total compreensão de todos para as decisões a serem tomadas e de qual a forma que devemos ou não levar nossa vida.
Então se você é gordinho ou tem um amigo ou amiga que passa por essas cituação, seja compreensivo e paciente, mas nunca obrigue ninguém a nada que não queira, se a pessoa se sente bem como está e o peso não agride na sua saúde e bem estar apoie caso a pessoa não se sinta bem, apoie também e ajude-a a descobrir os melhores métodos e médicos para ajudar e se você for um gordinho, haja somente quando não se sentir bem, afinal podemos dizer que ser grande é ser lindo(a) mas não podemos esquecer, a obesidade é sim uma doença que pode matar indiretamente.
Um bom, magro e saudável 2011 à todos.
Beijos.